sexta-feira, 30 de setembro de 2011

RECEITA PARA SER SEMPRE CHIQUE...

SER CHIQUE SEMPRE (colaboração do atento Carlos R.Botelho)

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.
A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da
vida, infelizmente, não estão à venda . Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um gu arda-roupa ou
closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo
carro Italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem,
mas a forma
comoela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas,
nem por seus imensos decotes e
nem precisa contar vantagens,

mesmo quando estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto,

não fazer per gu ntas ou insinuações inoportunas,
nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa de pedestre

É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às
pessoas que estão no elevador.

É lembrar do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais!

Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.

Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.
É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e
prestar verdadeira atenção a sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra,

ser grato a quem o ajuda,
correto com quem você se relaciona

e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer,

ainda que você seja o homenageado da noite!

Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo,
de se lembrar sempre de o quão breve é a vida

e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar,
na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor,

não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar
e não aceite, em hipótese al gu ma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!
Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios...
mas amor e fé nos tornam humanos!

INSISTA NO SONHO.: VERA FISCHER - FORA DA CLÍNICA - VAI AO SALÃO DE B...

INSISTA NO SONHO.: VERA FISCHER - FORA DA CLÍNICA - VAI AO SALÃO DE B...: Após reabilitação, Vera Fischer vai ao salão de beleza no Rio 29 de setembro de 2011 • 21h34 comentários 1 Notícia Fotos Simpática, a atriz...

DA ÁUSTRIA - GENTE DAQUI - FALA DA SAUDADE DA AVÓ... (reedito por escolha de leitores...)

Uma cronica dedicada a uma pessoa muito especial

Rosangela Scheithauer-Diogo Bueno 01 de abril às 05:19
Queridos amigos, queria compartilhar com voces essa cronica que dediquei à minha querida avó, pois ela fez um papel primordial na minha infancia. Aprendi muito com ela, mas o principal foi "dar e receber" amor. Espero um dia ser para os meus netos o que a minha avó foi para mim!



A minha querida Vó!
(Rosangela Scheithauer)




Vai ser dificil colocar em palavras o sentimento que tenho por minha vó Cezira, aquela pessoa maravilhosa que cuidou de mim quando eu era pequenina, que me fazia dormir, que me mimava, acariciava, me dava tanto amor.
Como ela, nao existirá nenhuma outra avó. Ai que saudade eu sinto dela!
Na casinha da rua João Teodoro lembro-me que ela tinha uma cama reservada só para mim, quando fazia frio ela me punha ao lado do fogão, quando fazia calor ela me deixava só de calcinha brincando no quintal.
Nao tinha comida que ela nao fizesse para mim, bastava só mencionar algum prato e pronto já ia prepará-lo. Que eu gostava de lentilhas ela sabia, cozinhava sempre que eu a visitava.
Roupa nova nunca me faltava, ela sabia que eu gostava.
No meu aniversário me enchia de presentes. Meus irmãos nunca negaram o ciúme que sentiam, ela trazia algum presentinho para eles em seus respectivos aniversários, mas eu também sempre ganhava alguma coisa... e nem era meu aniversário!
O meu vô, que eu carinhosamente chamava de Vô Gordo, era um velhinho simpático que gostava de ir à praça e voltar com uma maçã para mim. Ai de alguem que gritasse comigo!
Minha vó sempre me levava passear, coisa que eu adorava, e me deixava brincar com as crianças da rua inteira. Até nadar na piscina de uma das vizinhas ela deixava... só que eu nao sabia nadar, entao ela nao despregava do meu lado!
À noite, quando eu dormia na casa dela, nunca faltava uma estorinha, um carinho, um beijo e as palavras „durma com os anjos, fia!“
Não me esqueço daquela vez que fomos à praia, foi a primeira vez que ví o mar. Ela não tirava os olhos de mim, tinha medo do mar, ela tambem nao sabia nadar. Tiramos fotos daquelas de binóculinhos, hoje nem existem mais. Ah! Como ela ficou linda naquela foto.
Ela gostava de ir „visitar“ os parentes falecidos no cemitério e me levava junto. Nós andávamos por todos os lados procurando este ou aquele, rezávamos uma Ave-Maria e um Pai Nosso, sinal da cruz, beijo no túmulo, e pronto, íamos para o outro parente repetir o ato. Eu gostava de olhar dentro das janelinhas dos túmulos para ver se o „parente“ estava lá ! Queria por toda lei levar pra casa os anjinhos dos túmulos, achava-os tao bonitinhos. Ela dizia que nao podia e ria da minha ingenuidade.
Ela não era uma pessoa culta, mas sua sabedoria muitas vezes me assustava.
Minha infância foi bela por tê-la ao meu lado, por ter-me dado aquele amor típico de vó, por ter sido minha amiga e companheira de todos os momentos. Era para ela que eu contava os meus problemas, minhas dores, meus sentimentos. Quando comecei a ter namoradinhos, era para ela que eu contava os meus segredos, ela me dava toda liberdade.
Ela achava graça nas músicas que eu gostava de ouvir, sabia que eu era fã do John Lennon e sempre ria quando eu cantava suas músicas sem entender sequer uma palavra. Deixava-me ouvir meus discos na vitrola e nunca reclamava do „barulho“.
Quando comecei a trabalhar ela me pedia para „passar lá „ depois do trabalho e eu o fazia com tanto prazer. Às vezes dava só uma passadinha rápida, dava-lhe um beijo e ia embora pois tinha que estudar.
Um dia eu lhe disse que gostaria de ir embora do Brasil, queria conhecer a terra do John Lennon. Ela ficou tão triste, não queria nem pensar nesta idéia.
Lembro-me como hoje do dia em que fiquei sabendo que ela estava doente e precisaria ser operada. Ela sofreu por alguns meses, eu a visitava diariamente, sentia suas dores, chorava suas lágrimas.
Minha vó querida se foi, deixou um vazio tão grande em meu coração, deixou todas as mais belas e puras recordações, deixou em mim todo o seu amor.
Queria tanto que meus filhos tivessem uma avó como a Vó Cezira. Minha mãe seria a candidata ideal, porém, está tao longe deles. A avó que eles têm aqui não é uma avó de verdade, não faz nada disso que a minha fazia!
Vó mesmo é e será sempre, eternamente, a minha única e mais amada Vó Cezira.
Agora sei porque ela nao queria que eu levasse os anjinhos do cemitério para casa... eles pertencem ao seu jardim!
Durma com os anjinhos, vózinha querida! Amo voce.



Rosângela
Rosangela Scheithauer-Diogo Bueno 01 de abril às 08:53
p.s.: anexo a foto de binoculinho tirada na praia de Santos (esta foto agora já nao está mais em binoculinho e sim em papel normal).


1 comentários:

Rosangela Scheithauer disse...

Dino, muito obrigada por publicar! Fica aqui registrado o meu eterno amor pela Vó mais maravilhosa do mundo!!
Voce nao vai acreditar, escrevi essa cronica há muitos anos atrás, mas cada vez que a leio meus olhos se enchem de lágrima!
Abracao a voce e a todos que lerem essa cronica.

DUAS BICHAS ACAMPANDO...

Bichas acampando (enviada pelo eterno radialista - Carlos R.Botelho - Mogi Mirim)


Duas bichas "fashion" foram acampar às margens de um rio.

Elas caminharam alegremente com suas camisas "Armani", bermudas "Versace",

mochilas "Victor Hugo"e botinhas "Calvin Klein", o dia inteiro.

Cansadas, resolveram acampar.

Quando terminaram de armar a barraca já era noite, e as meninas estavam

EXAUUUSTAAAASSS!(ui!).

Resolveram, então, ir para a cama.
Então a mais serelepe delas disse:

-Imagine!!! Com um LUUUUXOOOO de céu estrelado desses, você acha mesmo que euzinha vou dormir dentro dessa barraquinha HORROOOROOOSA, minúscula e
sem graça?

A outra, preocupada:

-Mas pode ser perigoso. É melhor ficarmos juntinhas aqui mesmo.

E a corajosa: - FUI !!!

Uma ficou na barraca e a outra foi dormir às margens do rio.

Acontece que durante a noite veio um jacaré enorme, MÓIIINTO grande mesmo, e CRRÉÉÉUUUU,

comeu a coitada da bicha inteira (gastronomicamente falando) numa única mordida, somente deixando de fora a cabeça da alegre bicha com seu boné "Yves Saint Laurent ".

Na manhã seguinte, a bicha sensata se levanta:

-Bom dia Sol, bom dia flores , bom dia natureza, e... correu para ver a amiga aventureira.
Chegou pertinho do rio e viu o jacaré parado, barrigão prá cima, todo feliz, e só a cabeça da bicha pra fora da boca
do animal...
Olhou, olhou, e exclamou:
- GEEENTEEEEMMM!!! cho-queiiii!!!!!!!!!!!
Agora você arrasouuuuuuu!!!!

É UM "ESCÂNDALO" ESSE TEU SACO DE DORMIR
da"LACOSTE"...

CARAGUÁ MOSTRA O MAJESTOSO PAÇO MUNICIPAL: FOTOS DOS FATOS DA CIDADE QUE MAIS CRESCE...

(invista certo e tenha qualidade de vida: consultor imobiliário - com excelentes negócios comerciais e residenciais nas regiões de M.Mirim e Caraguá - (19) 3806 3830/9858 4321)

Novo Paço Municipal será licitado até janeiro

O novo prédio da prefeitura de Caraguá entrará em licitação até janeiro de 2012. Após esse processo as obras poderão ser iniciadas. O terreno escolhido para a construção possui cerca de 70 mil m² e localiza-se na Praia das Palmeiras, próximo a Colônia de Férias Ministro João Cleófas, na Av. Geraldo Nogueira da Silva.

O projeto prevê uma estrutura de sete andares com 13.227 m² de área construída, que abrigará as secretarias municipais, exceto Educação, Turismo, Saúde, Serviços Públicos e a Fundação Cultural e Educacional de Caraguá (Fundacc).

O prédio contará com total acessibilidade, cinco elevadores, café, refeitório, estacionamento, duas agências bancárias, praça, controle de luminosidade e calor, sistema de reaproveitamento da água da chuva, academia de ginástica e um heliponto na sua cobertura.

As secretarias de maior porte poderão ocupar um andar inteiro, que possui 1.448 m². O gabinete do prefeito e suas assessorias serão instalados nos cerca de 1.600 m² do 7º andar.

O prefeito Antonio Carlos da Silva disse que com o novo Paço Municipal será possível melhorar os serviços e ter mais controle sobre os gastos com transporte e telefone. Com relação ao projeto, o secretário adjunto de Urbanismo, César Abboud, destacou que ao entrar no prédio o contribuinte terá uma visão ampla das secretarias e dos departamentos.

Segundo, Abboud a transferência da sede da prefeitura para a Av. Geraldo Nogueira da Silva, na Praia das Palmeiras desafogará o trânsito da região central.



Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição neste link